Eclipse solar agita teóricos da conspiração com “Apocalipse de São João”

Na próxima segunda-feira, 21, eclipse solar atingirá o Hemisfério Norte, motivando agitação entre os teóricos da conspiração que apostam no fim do mundo. A humanidade vai conhecer Nibiru, ao vivo, e não mais em filmes ou peças teatrais. A agência Sputnik Brasil deu destaque esta semana ao famoso Planeta X. Veja a matéria.

Nibiru, ou Planeta X, é um astro escondido debaixo dos panos pela comunidade científica e que irá se chocar contra a Terra, exterminando a espécie humana. Por mais absurdo que possa parecer, essa teoria da conspiração faz sucesso na internet há 20 anos.

A tese foi criada Nancy Lieder. Ela afirma ser capaz de se comunicar com os aliens "Zeta" por meio de um aparelho implantado em seu cérebro. A mensagem viria da estrela Zeta Reticuli, distante 39 anos luz de nós.

Vez ou outra, a teoria volta para explicar o fim do mundo. Foi assim em 2012, quando do fim do calendário maia, e agora novamente, em 2017. O boato da vez é dizer que o mundo como nós conhecemos acabará em 21 de agosto, durante o eclipse que atingirá parte do Hemisfério Norte. O chamado "Apocalipse de São João" estaria previsto na Bíblia.

Apesar da expectativa e crença de alguns, Roberto Costa, professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (USP), adverte que "Niburu não existe."

O professor da USP ressalta que o boato sobre uma colisão com o Planeta X é recorrente, mas totalmente falso.

Costa diz que "o céu sempre despertou curiosidade", mas que há explicações para os acontecimentos e utiliza como exemplo os eclipses. "Eles [eclipses] não são novidades para os astrônomos. Os babilônicos entenderam e descreveram o ciclo dos eclipses há 3 mil anos."

Fonte:

Sputnik Brasil

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black