Coreia do Norte testa sua 6ª Bomba H que pode ser acoplada a míssil balístico

Em meio à escalada militar, a República Popular Democrática da Coreia do Norte, através da mídia oficial, anunciou um teste “bem-sucedido” com uma bomba de hidrogênio miniaturizada, que pode ser acoplada e transportada no novo míssil balístico intercontinental, testado há menos de um mês. O teste nuclear foi seguido um tremor de magnitude 6,3 no território norte-coreano.

Com o teste “bem-sucedido” deste domingo, sobe para seis, o número de testes atômicos realizados pelo país em apenas 11 anos. No sábado, a mídia oficial (KCNA) norte-coreana havia informado que o líder do país, Kim Jong-Um, teria inspecionado o carregamento da Bomba H num míssil balístico durante visita a um instituto militar de pesquisa.

A agência de notícia norte-coreana informou que o “teste não provocou fuga de radiação e não afetou o meio-ambiente”, e que os cientistas lançaram mão de componentes 100% produzidos no país.

Por outro lado, o presidente dos EUA, Donald Trump, através de sua conta no Twitter, voltou a fez novas ameaças à Coreia do Norte. “Todas as possibilidades” estariam sendo levadas em conta. De ataque militar efetivo, ao aumento de sansões econômicas àquele país e a outros que mantenham relações comerciais com os norte-coreanos.

A República Popular da Coreia e os estados Unidos estão em guerra desde 1950, tendo sido assinado um armistício em 1953. Analistas consideram que ao longo de várias décadas, e em decorrência das ameaças norte-americanas, o país asiático optou pelo desenvolvimento de armas nucleares e mísseis balísticos como contrapartida de defesa

.

Fonte Sputnik Brasil

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black