Monólogo com atriz que faz um Jesus Trans volta ao palco e é ovacionado após proibição

O monólogo que traz Jesus interpretado por uma atriz trasngênero subiu ao palco neste final de semana, no teatro do Sesc de São José do Rio Preto, São Paulo, depois de proibido pela Justiça no Sesc de Jundiaí. A atriz Renata Carvalho terminou sua apresentação ovacionada pelo público e o monólogo, “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, já pode ser apontado como um marco divisor do teatro brasileiro neste momento de intolerância religiosa que às vezes se reveza com fundamentalismo religioso cristão.

O monólogo retoma ensinamentos da bíblica judaica em trechos que valorizam a mulher, aprofunda numa leitura para o contexto atual da vida, tratando de homossexuais, garotas de programa, negras. Enfim, engajamento político-cultural, tão salutar à compreensão do nosso tempo – que se apresenta propenso ao ódio.

Na semana passada, a 1ª Vara Cível da Comarca de Jundiaí, em São Paulo, decidiu proibir a exibição da peça de teatro O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu, que estava em cartaz no Sesc-Jundiaí.

A peça, desde sua estreia, já havia levantado polêmica por trazer Jesus Cristo, nos dias atuais, encarnado na pele de uma mulher transexual, de acordo com a sinopse oficial.

Criada pela dramaturga escocesa e transexual Jo Clifford, a peça traz a atriz Renata Carvalho como protagonista da adaptação brasileira.

De outros sites

Tags:

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black