Rio ocupado pela guerra do tráfico, soldados usam máscara com desenhos de caveira

A ocupação das Forças Armadas na Rocinha, no Rio, não interrompeu a violência provocada pela guerra do tráfico, mas trouxe inovações que chamam a atenção e até amedrontam, além do material bélico em exposição.

Soldados do Exército que patrulham a favela para cobrir o rosto, usam lenços que mais parecem a máscaras, a maioria com desenhos de caveira.

O lenço — também chamado de buff — não é usado para amedrontar ainda mais a população. Eles alegam que o ”acessório, feito de poliviscose, protege dos raios solares e seca rapidamente o suor sem prejudicar a respiração”. Além de soldados do Exército, fuzileiros navais do grupo Comandos Anfíbios também usam os lenços.

A assessoria do Estado-Maior Conjunto das Operações em Apoio ao Plano Nacional de Segurança Pública informou que o uso da balaclava nas cores preta e azul-ferrete está previsto nos regulamentos de uniforme das Forças Armadas, e que o uso da peça em desacordo com tal regra já está sendo apurado.

Fonte Extra

De outros sites

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black