Sexta-feira, 13: cartas do Tarô lembram que o Arcano, além da Morte, quer dizer Mudança

Hoje, sexta-feira, 13, a superstição toma conta do imaginário popular. O número 13 é considerado de má sorte. Na Numerologia o número 12 é considerado de algo completo, como por exemplo: 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou 12 constelações do Zodíaco. Já o 13 é considerado um número irregular, sinal de infortúnio. Para quem é cristão é bom lembrar que a sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado e também é considerado um dia de azar. Somando o dia da semana de azar (sexta) com o número de azar (13) tem-se pela tradição, o mais azarado dos dias.

Os Templários - Em 13 de Outubro de 1307, a Ordem do Templo é acusada de traição à Igreja, pelo Papa Clemente V, sob pressão do Rei da França Felipe IV, mandando para a prisão os seus membros nomeadamente o seu grão-mestre. Numa única noite, centenas de Cavaleiros Templários foram presos, e muitos dos líderes torturados e assassinados. Lembrar apenas que o Rei Felipe devia uma grana altíssima aos Templários, que também foram os fundadores do sistema bancário no mundo inteiro.

Outra coisa importante: nas cartas do tarô, o Arcano 13 é a carta da morte, até por uma possível associação com as letras hebraicas. Estudiosos da prática do tarô interpretam a carta como um sinal de mudanças de pontos de vista, de formas de viver, e profundas transformações internas e externas.

No tarô, mesmo quando se refere à morte física, na concepção religiosa, esta não representa um fim em si mesma, afinal os povos antigos viam a morte como transmutação, uma passagem para outro mundo ou plano de existência, em geral com uma conotação evolutiva. Por esse motivo, as tradições de magia ocidental, sugerem o número de 13 participantes em rituais.

O tetracampeão mundial Mario Lobo Zagalo, costumava atribuir que grande parte do seu sucesso foi devido a sua veneração pelo número 13. Temido por uns e adorado por outros, a verdade é que o número 13 sempre teve um significado especial nas mais diferentes civilizações.

Para a cultura yorubá, o número 13 é ligado ao Odù (símbolo de Ifá) Éjì Ológbon, que significa pelo lado positivo: destreza e sabedoria; e pelo lado negativo: indecisão e desacordo.

É comum algumas pessoas associarem a sexta-feira-feira 13 a antigas superstições ligadas a gato preto, maus presságios e até tragédias.

Na crença popular o 13 acabou tendo uma relação com o fim, com a morte, tanto é que, em alguns países, alguns hotéis e prédios não têm o 13º andar, nem o número 13 em assentos de teatro e plataformas de trem. Existe até a fobia do número 13, que recebe o nome de Triskaidekaphobia.

Fon te Wikipédia

Cartas do tarô

Tags:

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black