O todo nunca será a soma das partes; marqueteiros manipulam realidade no Horário Eleitoral

Começou no rádio e na TV a campanha eleitoral, espaço que alguns políticos apostam alto suas fichas, não para tornar claro projetos e soluções para a crise abissal que o País atravessa, mas manipular o eleitorado, missão tão difícil quanto tomar sorvete de menino. Daí que o “todo” em 2019 jamais será a soma das partes 1+ 1= 2. Extrema direita promete em campanha fuzilar adversários e o Judiciário procura se limpar trocando de pele.

Antes, o candidato que deverá ser abraçado pelo tal “deus mercado”, pela mídia e empresariado, avisou que para governar haveria necessidade de “matar uns 30 mil”. Enquanto isso, o Judiciário, que desde 2016 tomou posição de afastar o PT do poder, escancara seu partidarismo ao ignorar recomendações da ONU. Não julga com base na lei; faz política. Presidente nenhum poderá governar em 2019 com o Judiciário acima dos demais poderes. Muito menos com uma Rede Globo conduzindo a pauta desse mesmo Judiciário.

As chamas que destruíram o Museu Nacional prenunciam a devastação em 2019. O Guia Eleitoral veiculado passa ao largo da realidade, repete a mesmice de promessas de um futurio promissor. Os marqueteiros sabem que manipular a percepção da realidade ainda é um mecanismo eficiente.

Nazistas felizes com propaganda de L. Riefenstahl

Leni(D) vendeu o Fuhrer como salvação

Slogans como “Deus acima de tudo e Brasil acima de todos” é a senha que os marqueteiros aprendizes de Leni Riefenstahl propagam. Candidatos surfam nessa onda, defendendo um surto de armamento pela população. Os néscios acham que só eles vão poder comprar pistolas .40, fuzis AK-47 com cartão de crédito para papai pagar.

Infelizmente, o ativismo nas redes sociais funciona como lenitivo para milhões que perderam a coragem para o enfrentamento. Que fazer?

Ficar insultando o STF e, ao mesmo tempo, a ele recorrer é muito mais que bizarrice.

O fosso que se abre na sociedade tende a alagar-se. Quem ainda não se deu conta, pule dentro do barco candidato a Titanic para presenciar e viver intensamente o naufrágio voluntário de uma Nação.

Opinião

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black