Patriotada é paciente e atração principal do circo-sanatório; Nação desfila na folia dos campos e ci

Na guerra híbrida que os norte-americanos trava para não perderem liderança e protagonismo também no Ocidente, o todo-poderoso secretário de estado dos EUA, Mike Pompeo, ameaça que “os dias de Maduro estão contados”. A Casa Branca resolveu “cuidar do seu quintal”, pois a partir desta declaração, a ameaça vale, também, como efeito dominó, para Bolívia, Nicarágua e Cuba. Os demais países da América Latina não preocupam - já assumiram papéis de colônias, mas também não estão imunes à ameaça.

Nesse xadrez geopolítico o Brasil já fez sua aposta, a mais perigosa de todas ao longo de sua pálida história, abrindo mão de sua soberania e possibilidade de sentar-se à mesa dos grandes quando o bicho pegar num futuro muito distante. Imagem: ilustração do circo dos horrores

Recentemente a mídia norte-americana anunciou em primeira mão, sem que sequer o Congresso Brasileiro tivesse conhecimento, que pela primeira vez, “um oficial do Exército brasileiro assumirá, em breve, um posto no Comando Sul das Forças Armadas dos Estados Unidos. A convite das autoridades militares norte-americanas, o Exército brasileiro designou o general Alcides Valeriano de Faria Júnior para ocupar o subcomando de interoperabilidade do Exército Sul dos EUA. Subordinado ao Comando Sul, o general de 52 anos de idade estará encarregado pela área de assistência humanitária e alívio de desastres do Exército Sul norte-americano”.

Almirante Craig Faller, anunciou um militar brasielrio como seu subcomandante apontou os inimigios dos EUA

A incorporação do militar brasileiro na cadeia de comando das forças militares dos EUA no Cone Sul, foi feita pelo almirante Craig S. Faller, que tem sob seu comando a IV Frota da marinha dos EUA, baseada na Flórida, e reativada em 2008.

Na audiência no Congresso dos EUA, o almirante foi claro ao elencar os atuais inimigos dos Estados Unidos: Rússia, China, Irão, Cuba, Nicarágua e Venezuela.

Por tabela, tais países mencionados pelo almirante, passam a ser considerados “inimigos” do Brasil. A cadeia de comando é clara.

Associada à tal conjuntura, o governo que se instalou em janeiro em Brasília, não só optou por alinhamento político com os EUA, como também militar. Em solenidade militar conjunta Brasil/EUA, o novo chefe da Marinha do Brasil, almirante Ilques Barbosa Junior, deixou o recado de alinhamento muito claro, reportando-se às guerras travadas em conjunto com os EUA, inclusive a “Terceira Guerra Mundial” (querendo se referir à guerra fria como conflito mundial).

Mas tudo isso tem efeito colateral

Em reação à opção do atual governo em eleger Jerusalém como capital da entidade sionista, o Brasil já amargou retaliações econômicas, causando prejuízos enormes ao setor de produção de proteína animal que vende, e muito, para o Oriente Médio.

O Jornal Folha de São Paulo informa que, “fechando a semana de negociação da guerra comercial, o secretário de Agricultura dos EUA festejou via Twitter que “os chineses se comprometeram a comprar mais 10 milhões de toneladas de soja americana. “Se for feito o acordo com a China, nossos grandes Fazendeiros Americanos serão tratados melhor do que jamais foram tratados antes!”. A China, pelo acordo, vai aumentar a compra de produtos agropecuários dos EUA.

Levando-se em conta que a China compra praticamente a produção de soja do Brasil, não fica muito difícil imaginar qual será o feito colateral.

Deboche do ator Zé de Abreu, à direita de Putin, autoproclamado presidente do Brasil e sua viagem oficial

Ao agronegócio brasileiro, que financiou este governo atual, parabéns.

Segue o enterro, pois a análise mais correta sobre conjuntura do país, é a máxima “ se colocar um pano é circo, erguendo um muro é sanatório.

Para tanto já temos até presidente autoproclamado, o talentoso ator Zé de Abreu, que sarcasticamente bem compreende a conjuntura

Imagens: wikipédia

Da Redação

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black