Vale dos Dinossauros: elo perdido precisa de mais atenção como roteiro turístico e de preservação

O Vale dos Dinossauros no município de Sousa fica a 430 KM de João Pessoa, pode parecer distante para turistas convencionais, mas por ser um portal perdido encontrado por acaso pelo camponês Anísio Fausto, em 1897, é uma recompensa que agrega um pouco de conhecimento da Paleontologia; por lá e pela vizinhança, um turista que leva a família na aventura vai poder conhecer 21 sítios, pegadas com mais de 330 ocorrências de fósseis, pinturas rupestres.

Após seguir as pegadas de um dinossauro da família Titanossautidae e, evidentemente, depois de uma bateria de fotos e selfie nesta Unidade de Conservação da Paraíba, o turista aprendiz de cientista ou de Indiama Jones, pode pesquisar sentado no museu bem conservado que fica no local.

Reza a lenda que a descoberta feita pelo seu Anísio Fausto despertou a curiosidade dos habitantes do lugar e, em 1924, o geólogo mineiro Luciano Jaquis de Morais, que trabalhava na antiga Inspetoria de Obras Contra a Seca, ouviu e resolveu conferir a história fantástica de pegadas de dinossauros.

Algo que se tornaria atração de cinema em 1993 quando virou filme “O Parque dos Dinossauros, dirigido por Steven Spielberg e baseado no livro homônimo escrito por Michael Crichton. Mas isso é outro história. O fato que o camponês Anísio Fausto e o geólogo Luciano Jaquis chegaram primeiro a um parque de dinossauros verdadeiro, e isto pouca gente sabe.

Pegadas de dinossauros, em Sousa, foram registradas em 1924; parque está bem conservado para visitação

Ainda que timidamente, o município de Sousa se apoderou desse filão turístico. Algumas réplicas desse titanossauro que circulou pela região há cerca de 130 milhões de anos estão espalhadas pela cidade em praças e ruas centrais.

E por ser um grande gancho pera o turismo de aventura, as autoridades parecem não confiar muito, pois além de conhecimento científico, essa Unidade de Conservação bem poderia agregar motivos para a fantasia humana, espalhando mais réplicas de todos os tamanhos, para que possam parecer um parque de conhecimento e entretenimento. Se o poder público acha que já fez sua parte, uma parceria com o setor privado de entretenimento bem que poderia alavancar o turismo local.

Se o leitor ainda não foi ao Vale dos Dinossauros, vá. Leve as crianças; elas vão adorar o passeio por pequenos e baixos mirantes, chegar perto de saguins reais que pululam nas árvores à beira do caminho, fazer fotos ao lado do próprio “Dino”.

Uma expedição amadora surpreende; pela conservação. Parque tem um mirante interditado e passa por reforma

De quebra, quando bater a fome, basta uma esticada até São Gonçalo, ter pernas para subir a escadaria da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, passear pelo perímetro irrigado, comer peixe com rubacão e mergulhar no açude, tudo isso a apenas 14 km de Sousa e 444 km de João Pessoa. Até lá, tem dezenas de cidades e a estrada é boa.

Local abriga comunidade de saguins em meio à trilha que leva aos mirantes do "Parque dos Dinossauros"

Da Redação

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black