Patos de Irerê: um spa para Virgulino Ferreira que barbarizava em PE e descansava na PB

Na divisa entre Paraíba e Pernambuco, tem um vilarejo de nome Patos de Irerê, distrito de São José de Piranhas, Alto Sertão. Entre fevereiro e agosto de 1930, Patos de Irerê foi palco da chamada Revolta de Princesa, chefiada pelo icônico cel. José Pereira.



Mas mesmo antes da Revolta, Patos de Irerê, se inseria na Rota de Virgulino Ferreira, Lampião. Era considerado um coito seguro, pelo abrigo oferecido por Marcolino Diniz, parente do cel. Zé Pereira.


A Casa está bem preservada, a família Diniz e a comunidade a todos recebem com hospitalidade.


Capela de São Sebastião, em Patos de Irerê, vilarejo estratégico durante a Revolta de Princesa


Reza a lenda que Lampião barbarizava em Pernambuco, tomava café por lá, mas tinha em Patos de Irerê um coito seguro, um spa para descanso, almoçar e jogar baralho com Marcolino.


Grato ao historiador Emanuel Arruda por ciceronear nosso grupo de pesquisa teatral. Emanoel lidera intelectuais de Princesa Isabel na Academia de Letras e Artes. Também pesquisa e escreve sobre cangaço.

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black